OAB Ceará apoia “Setembro Amarelo”

Neste mês, a OAB Ceará estará com a sede toda iluminada na cor amarela, uma forma de  apoiar a campanha nacional – empreitada pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) – que visa prevenir o suicídio. “Em todo o país diversas instituições aproveitam o mês  de setembro para falar da temática. Esta é uma forma de conscientizar e ajudar quem precisa,” firma Marcelo Mota, presidente da OAB Ceará.

Segundo ranking divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2014, o Brasil é o oitavo país com maior número de suicídios no mundo. Dados do Mapa da Violência de 2017 mostram que em 12 anos a taxa de suicídio na população de 15 a 29 anos subiu 5,1%. “O tema está sendo discutido não mais como um tabu, mas como um problema de saúde pública, considerando o crescente número de casos nos últimos anos. Por meio dessas campanhas, familiares ou a própria vítima passam a reconhecer os sinais de depressão que podem resultar em suicídio, sendo este o primeiro passo para um pedido de ajuda”, ressalta o presidente da Comissão de Saúde da OAB-CE, Ricardo Madeiro.

O período foi escolhido porque 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio e esta é uma campanha que acontece desde 2014 em todo o país. “A ideia do setembro amarelo é abrir espaço para debates sobre o tema, a fim de alertar a população sobre a importância de sua discussão”, explica Liduina Carneiro,  presidente da Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência.

Ações

Neste sábado (09/09), a Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB-CE estará apoiando o evento “Setembro Amarelo: falar é a melhor solução”, organizado pela Associação em Defesa da Saúde Mental (ASDM). Na ocasião, será realizada uma roda de conversa para tratar sobre o tema. O evento ocorre na praça dos estressados da avenida beira-mar, a partir das 17h.