Encerrada a VII Conferência Estadual da Advocacia Cearense

A VII Conferência Estadual da Advocacia Cearense, realizada nos dias 05 e 06, no auditório do Marina Park Hotel, reuniu mais de 1000 advogados e advogadas que prestigiaram, ao longo do evento, palestras e debates a cerca de temas relevantes para a classe e à sociedade. A abertura contou com a participação do presidente da OAB Nacional, Claudio Lamachia, e da diretoria da OAB-CE.

Ao longo da programação, especialistas de destaque e atuação no cenário estadual e nacional, palestraram e debateram temas de vigor na sociedade com o foco de reunir discussões precisas que devem ser levadas para a Conferência Nacional – realizada no mês de novembro – e em prol do aprimoramento profissional da classe advocatícia.

O presidente Marcelo Mota ressaltou o sentimento de dever cumprido e a satisfação em poder congregar a advocacia de todo o estado. “Estiveram reunidos aqui, advogados e advogadas de Fortaleza e do interior, a jovem advocacia e todos os ramos, o que nos enche de orgulho neste momento em que podemos entregar algo muito caro a nós advogados, que é o conhecimento”, disse.

Os temas que estiveram na programação e foram discutidos ao longo de todo o evento, foram: Criminalidade de Estado – Compliance e Colaboração Premiada, Reforma do Processo Penal e as Novas Decisões Judiciais, Direito Processual Civil e suas Normas Fundamentais, Democracia e Regresso: Judiciário em Tempos de Crise Política, Reforma Trabalhista e seus Impactos, Necessária Reforma Política: Eleições e a Democracia no Brasil, Mediação e Conciliação no Novo CPC, Reforma da Previdência.

Palestras

Na tarde do segundo dia de evento, a primeira palestra foi do presidente do IMAB, Adolfo Braga, que debateu sobre a Mediação e conciliação no Novo CPC. Para Adolfo, é preciso a formação de profissionais do direito com outro métodos, que vão além dos processos judiciais. “É preciso ter profissionais que saibam oferecer, por exemplo, o serviço de conciliação, mediação e arbitragem, porque isso já é uma realidade brasileira”, declarou.

Logo em seguida, Leandro Macedo, procurador federal, abordou em sua palestra a Reforma da Previdência, contida na PEC 287. “Discutimos a perspectiva crítica da reforma, fazendo um juízo de valor acerca do que está sendo enviado para o Congresso, e descrevemos pontos de observância nas alterações que são propostas a ela”, disse.

No encerramento da noite, o vice-presidente da OAB Nacional, Luís Cláudio, destacou a força da OAB-CE e o empenho em reunir um número muito expressivo de inscritos. “É um imenso sentimento de alegria estar aqui presente, junto com a diretoria da OAB-CE, que demonstra força expressiva em reunir advogados para discutir temas de muita relevância”, considerou. “As Conferências Estaduais são imprescindíveis e servem como uma preparação para a Conferência Nacional. Portanto, esperamos toda a advocacia cearense em São Paulo para discutir conosco outros temas também relevantes”, disse. 

Espaço OAB

Marcelo Mota destacou ainda o papel das Comissões Temáticas da Ordem cearense que, ao longo do evento, esteve com um stand no Espaço de Exposições, apresentando o trabalho desenvolvido e prestando atendimento jurídico à população. Ao longo dos dois dias, no Espaço Exposições, as Comissões Temáticas, coordenadas pela vice-presidente Roberta Vasques, tiveram a oportunidade de apresentar suas frentes de atuação e explanar para os presentes o papel cidadão que desenvolvem ao longo do ano.