Comissão empossa novos membros em Iguatu e reforça interiorização da Ordem

Na última sexta-feira (26/01), a Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa empossou a nova CDPI na subsecção de Iguatu, liderada pela presidente Paula Alexandre. Na ocasião, foi realizada uma reunião para planejar ações para o ano 2018.

De acordo com o presidente da CPDI de Fortaleza, Raphael Castelo Branco, essa é uma forma de aproximar o trabalho da comissão com a OAB do interior. “Estamos trabalhando para que possamos concluir nossa meta de interiorização em seis subsseções”, planeja.

“É com muita honra que assumo esse papel importante. Já fizemos a primeira reunião, aqui mesmo em Iguatu, de maneira informal, traçando algumas diretrizes que pretendemos seguir no decorrer desse ano. Vamos buscar parcerias junto aos órgãos municipais, Ministério Público, SESC e Poder Judiciário, a fim de unir forças. Esse será nosso trabalho, sempre alinhado com a Comissão do Idoso da OAB-CE”, destacou a presidente da CDPI de Iguatu, Paula Alexandre.

Atualmente, a CPDI esta presente em três subseções atuantes no interior do Estado, entre elas: Sobral, Crato e Iguatu. Essa idealização faz parte do trabalho de interiorização da OAB Ceará por meio de criação de comissões no interior do Estado e desenvolvimento de ações que visam aproximar a ordem das subsecções.

Comissões no Interior
As comissões da OAB-CE também estão presentes nas subsecções. Entre as mais atuantes, ganha destaque a Subsecção de Crateús, que conta onze comissões em ativa. As Comissões de Juazeiro do Norte, que totalizam 21, tem desenvolvido ações importantes, como inspeções em cadeias, que é uma realização da Comissão de Direito Penitenciário. No Crato, 12 comissões fazem parte da OAB. Em Sobral, 35 comissões são atuantes. Em Iguatu, 5 comissões estão presentes. Em Baturité, 3 comissões fazem parte da OAB. Além disso, muitas comissões da capital realizam eventos e palestras no interior do Estado.