Centro de Apoio e TDP acompanham inspeção na segunda vara de família de Fortaleza

A OAB-CE, por meio do Centro de Apoio de Defesa do Advogado e da Advocacia e pelo Tribunal de Defesa das Prerrogativas (TDP), esteve presente nesta segunda-feira (26/03), na 2ª Vara de Família do Fórum Clóvis Beviláqua, para acompanhar a abertura dos trabalhos de inspeção naquela unidade jurisdicional. Estiveram presentes os juízes corregedores, o diretor do FCB e o juiz titular da vara.

A inspeção foi decorrente de representação da OAB-CE referente ao caso que envolveu a advogada Sabrina Veras, que foi ofendida pelo magistrado Joaquim Solón Mota Júnior. “Acompanharemos todos os atos e encaminhamentos da inspeção, uma vez que envolveu o legítimo exercício profissional da advogada. Confiamos que a Corregedoria irá apurar os fatos de maneira célere e imparcial”, disse o coordenador do Centro de Apoio, José Navarro.

O desembargador, Darival Beserra, ressaltou a necessidade de os magistrados estarem preparados para suportar as pressões que as partes trazem no momento das discussões sobre os direitos que buscam na justiça. Ainda de acordo com Darival, a partir do momento em que o juiz discrepar de sua função normal, os advogados e advogadas devem apresentar as reclamações à Corregedoria, pois dessa forma os fatos serão sempre apurados da melhor forma possível.

Na ocasião, foi ressaltado a importância do diálogo entre advogados, magistrados e Ministério Público. Os presentes explicaram que é fundamental essa interação e união para que possa haver convivência harmônica entre as instituições.

Também presentes o diretor do Fórum Clóvis Beviláqua, juiz José Ricardo Vidal Patrocínio; os juízes auxiliares da Corregedoria, Ernani Pires Paula Pessoa Júnior, Roberto Soares Bulcão Coutinho e Flávio Vinícius Bastos Sousa; e os advogados Robson Sabino de Sousa e Paulo Oliveira.