Artigo: Dia Internacional da Educação

EDUCAÇÃO: DESAFIO QUE PERSISTE.

Os desafios na Educação são imensos, o homem busca a igualdade social de forma imprescindível para garantir a Educação para todos estimulando o desenvolvimento intelectual dos cidadãos, a fim de que possam vislumbrar que a Educação é um direito social de cidadania dentro  de uma conjuntura sociopolítico e sociocultural numa dimensão ética e plural.

Ao celebrarmos o dia da Educação, ressalte-se que ainda falta muito para atingirmos uma Educação de qualidade e para todos, haja vista o índice de 2,8 milhões de crianças e adolescentes fora da Escola, apresentado pelo UNICEF, em agosto de 2017.

Não há como negar que relevantes avanços foram feitos, porém necessitamos de algo concreto à frente dos constantes desafios enfrentados sejam de ordem pedagógica e estruturais.

A Educação exige mudanças com foco na tecnologia, integrando ações que possam ser atrativa aos alunos envolvendo o professor nessa dialética, como o avanço do Ensino à Distância que oportuniza o aluno ativar seu estudo,  dinamizando que ensinar e aprender não se limita apenas estar dentro de uma sala de aula.

A Educação é única, seja Nacional ou Internacional, todo dia é dia de educar. Devemos educar para a vida, educar para o processo da cidadania respeitando as peculiaridades de cada país, conforme suas normas e legislação de Ensino, enfim, educar para respeitar a adversidade e a igualdade de gênero, proporcionando  a todos o desenvolvimento de seus talentos. Segundo Paulo Freire,  “Os homens se educam entre si mediados pelo mundo”.

O direito à Educação é Universal  pautado na proporção ética, patriótica e internacional, com enfoque para a cidadania democrática,  e os desafios desta, persiste por ser de extrema urgência ampliar o atendimento aos alunos fora da Escola, melhorar a qualidade do ensino e reduzir as desigualdades entre as Escolas da rede Pública e Privada, assim sendo ainda  vê-se um longo percurso para atingir um patamar de desenvolvimento educacional satisfatório em todo o País.

Sônia Cavalcante
Presidente da Comissão de Educação e Cidadania da OAB-CE