OAB-CE peticiona Secretaria de Segurança e Ministério Público sobre caso de homicídios de advogados

A OAB-CE vai peticionar, nesta quarta-feira (18/07), a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará e o Ministério Público Estadual, a fim de solicitar a apuração rigorosa e a investigação dos casos recentes referentes ao assassinato de dois advogados nas últimas semanas, em Caucaia.

O presidente da OAB-CE, Marcelo Mota, e o Centro de Apoio de Defesa do Advogado e da Advocacia, acompanharam os casos in loco e posteriormente junto à delegacia de Caucaia. “Não se trata só de defender as prerrogativas da advocacia com a garantia indispensável ao exercício profissional, se trata de defender a vida. Vamos acompanhar as investigações e cobrar a apuração dos fatos, bem como a punição dos criminosos”, explicou Marcelo Mota.

Entenda o Caso
No último 10 de julho, o advogado Erivaldo Rodrigues foi brutalmente assassinado em seu escritório. Uma semana depois, ontem (17/07), o advogado Renato Jorge Rocha Bezerra Filho também foi encontrado morto, no quintal de um imóvel, no Parque Soledade (Caucaia), com as mãos amarradas e marcas de tiro. De acordo com a Ordem cearense, a situação é um atentado não só à advocacia, mas à sociedade.

A OAB-CE já vem realizando reuniões, audiências públicas e encaminhamentos sobre a questão da crise na segurança pública no Estado do Ceará. Em fevereiro, a Ordem, por meio das Comissões Temáticas de Direito Penitenciário, Segurança Pública e Direitos Humanos, juntamente com o Conselho Estadual de Segurança Pública, elaborou um documento condensando mais de 20 pontos discutidos e deliberados, a fim de auxiliar o Governo do Estado no combate à criminalidade e insegurança