OAB Pernambuco afirma que foi abusiva e arbitrária prisão de advogado em Caruaru

A OAB Pernambuco repudia veementemente a atitude de policiais militares lotados em Caruaru, que, nesta quinta-feira (05), em conduta violadora do art. 7°, Parágrafo 3°, do Estatuto da Advocacia e da OAB, abusaram da autoridade e colocaram à força em um camburão o advogado Sávio Delano Vasconcelos Pereira. Além de prestar a devida assistência por meio da subseção da OAB em Caruaru e da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas (CDAP) da Ordem no estado, a entidade está adotando as medidas criminais cabíveis e entrará com uma representação na Corregedoria da Secretaria de Defesa Social para que os responsáveis por atos tão arbitrários, abusivos e violadores das prerrogativas da categoria sejam devida e exemplarmente punidos.

Diretoria da OAB Pernambuco

Ronnie Preuss Duarte
Presidente

Leonardo Accioly
Vice-presidente

Fernando Ribeiro Lins
Secretário geral

Ana Luiza Mousinho
Secretária geral adjunta