O “I Seminário Jurídico Sistêmico voltado ao bem-estar da Advocacia” colocou em pauta temáticas relevantes, com o objetivo de destacar as terapias integrativas e a abordagem sistêmica ressaltando seus benefícios.

Transmitido pela plataforma do Zoom, o evento gratuito surgiu de uma iniciativa em parceria da OAB Ceará, por meio da Comissão de Direito Sistêmico (CDSIS), com as Comissões de Direito Sistêmico da OAB Alagoas e Comissão da Justiça Restaurativa e Direito Sistêmico da OAB Piauí, com apoio das Caixas de Assistência da Advocacia da OAB Piauí – CAAPI e da OAB Alagoas – CAAAL.

Com realização para os dias 1º e 2 de julho, a vice-presidente da OAB Ceará, Ana Vládia Feitosa, deu início à abertura das atividades destacando a participação feminina no evento. “Esse evento é fruto do diálogo, união e força do Sistema OAB com o apoio de outros estados. Espero que mais ações assim possam acontecer. Parabenizo a iniciativa de ter 75% do evento composto por mulheres, isso só fortalece ainda mais o nosso laço com a representação feminina”, afirmou.

O primeiro ciclo de palestras contou com a participação da autora da Cartilha da Saúde Mental da Advocacia pela OAB Nacional, Sandra Krieger. Além disso, temas como meditação, barra de access, thetahealing, reiki, acupuntura e constelação foram debatidos ao longo do webinário.

A presidente da Comissão de Direito Sistêmico da OAB Ceará, Ana Tarna Mendes, agradeceu o apoio para a realização do evento. “Juntamos as mãos em prol deste webinário, que tem o objetivo de trazer a importância do autocuidado e autoconhecimento, visando um equilíbrio pessoal que reverbera no profissional. Um olhar para si, de si e além de si”, celebrou.

Ressaltando a importância do debate, principalmente durante esse momento de pandemia, a vice-Presidente da OAB Piauí, Alyne Patrício, complementou que “o número de suicídio, depressão, violência doméstica só vem aumentando nos últimos meses e podem ser vistos como reflexo da pandemia. O afastamento dos amigos e familiares, além da mudança na rotina tem gerado grandes efeitos na saúde mental. Precisamos conversar sobre isso e buscar formas de ajudar nesse momento tão difícil”, disse.

Ainda durante os discursos de abertura do evento, o vice-presidente da OAB Alagoas, Vagner Paes, reforçou a necessidade de trazer temas que discutem sobre o bem-estar para advocacia. “Fico muito feliz em ver um evento como esse difundindo o direito sistemático e suas práticas colocando em foco o bem-estar. Acredito que colabora para desmistificar a área e auxilia na importância do autocuidado e do conhecimento”, pontuou.

O ciclo de palestras criou uma contribuição voluntária para ajudar colegas advogados e advogadas em estado de vulnerabilidade. “A contribuição voluntária possui valores que variam entre R$ 8,00 e R$ 80,00, e será repassada as Caixas Assistências dos Advogados do Piauí, Alagoas e Ceará. Havendo contribuição, é necessário enviar o comprovante para o email: flavia@flaviapadilha.com.br. Estamos buscando forma de ajudar durante esse momento de dificuldade”, explicou a presidente da Comissão de Direito Sistêmico da OAB Alagoas, Flávia Padilha.

A importância das práticas integrativas foi salientada pela presidente da Comissão de Direito Sistêmico da OAB Piauí, Ana Betina. “Acredito que este evento é uma oportunidade de olhar tanto para as tratativas no âmbito profissional como no pessoal. As práticas integrativas e complementares são o foco desse primeiro dia de discussões e são formas de estimular o conhecimento, além de esclarecer dúvidas e mostrar como eles podem auxiliar os colegas advogados e advogadas ”, frisou.

Os palestrantes do primeiro dia foram: Jô Ferreira, terapeuta corporal; Arady Aguiar, facilitadora e praticante de Barras de Access; André Luis Marques Medeiros, advogado e professor de Thetahealing níveis básico; Maristela Positano, mestre em Reiki; Ana Graziela Soares, biomédica e especialista em Acupuntura; Dagmar Ramos, médica psiquiatra. O evento ainda contou com os moderadores Flávia Padilha, presidente da Comissão de Direito Sistêmico da OAB/AL; Gabriela Nascimento Lima,vice-Presidente do IBDFAM; José Luís de Sousa,Advogado e Mediador extrajudicial; Ylana Marquez,advogada e facilitadora de Consteladora familiar; Giliane Rodrigues, advogada e consultoria, atuação em Processual Cível; Lorrayani de Bortoli, constelador e diretora da Comissão de Direito Sistêmico OAB/CE.

 

Clique aqui e confira todos os detalhes do 2º dia do evento.