Atenta às necessidades da advocacia e aos anseios da sociedade como um todo, a Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará, vem a público para cobrar das autoridades competentes a elucidação do crime contra o advogado Décio Almeida Peixoto e a punição dos culpados, no rigor da Lei.
O corpo dele foi encontrado com marcas de tiro no interior de um veículo, na localidade de Sítio Barreiras, no município de Missão Velha, interior do Ceará, na tarde desta quarta-feira (31). O advogado, Décio Almeida Peixoto, morava em Barbalha, cidade vizinha à Missão Velha, e atuava na área de Direito Penal.
O OAB Ceará tem trabalhado com profundo empenho na defesa das prerrogativas profissionais da advocacia e do Estado Democrático de Direito. Como representante da advocacia, repudia atos que atentam contra a vida e contra o livre e digno exercício profissional.