A Ordem dos Advogados do Brasil Seção Ceará (OAB-CE) assina, no próximo dia 3 de abril, às 17 horas, Termo de Cooperação com a “Fábrica Escola – Teoria e Prática para a vida”. A assinatura acontece durante a inauguração da casa em que sediará o referido projeto social, localizada à Avenida Dom Manuel, 738.

A ideia, conforme explica a juíza da 2ª Vara de Execução Penal, Luciana Teixeira, é trabalhar os valores familiares e as aptidões de cada preso, para que eles tenham como se inserir novamente à sociedade, após cumprir a pena. Estima-se que cada apenado permaneça por até 1 ano participando das atividades na “Fábrica Escola”. Lá, eles terão a oportunidade de recomeçar, junto com a família, uma nova vida. Será um processo de ressocialização. De acordo com Luciana Teixeira, serão atendidas até 300 pessoas, entre os 30 apenados e mais os familiares.

“É nesse local onde os apenados terão acesso ao treinamento técnico e educacional. Este é o caminho para minimizar o efeito da violência na sociedade, oferecendo tratamento adequado para colocar em prática a defesa da dignidade da pessoa humana. É uma forma de resgatar esse homem e assim proteger a sociedade”, ressalta Luciana Teixeira.

Assim, por mais que o benefício seja direcionado às pessoas que infringiram as leis, os resultados trarão benefícios para outros setores da sociedade, a partir de uma mudança comportamental e de valores.

Na “Fábrica Escola”, os apenados terão acesso à educação básica formal, aulas de nutrição, empreendedorismo, artesanato. “Acreditamos também que existe o preconceito para o mercado de trabalho, mas junto com a família, os apenados terão a oportunidade de montar seu próprio negócio, para que não dependa exclusivamente do mercado de trabalho”, diz. Além disso, serão realizadas orientações sobre a prevenção das drogas.

O juiz de Direito da 3ª Vara de Execução Penal e Corregedor dos Presídios, César Belarmino, destaca que está também é uma iniciativa privada, de conscientização da sociedade acerca da importância de se investir na socialização dos apenados, pois assim estará investindo em sua própria recuperação. A intenção é que projetos semelhantes possam existir no Estado, uma vê que esta iniciativa é pioneira.

Entidades

O projeto da “Fábrica Escola – Teoria e Prática para a vida” é uma parceria entre entidades, tais como a Fundação Deusmar Queirós, Universidade Estadual do Ceará (Uece), Defensoria Pública do Estado, Associação Cearense dos Magistrados, Associação Cearense do MP, Ministério Público do Ceará (MPC), Ordem dos Advogados do Brasil Seção Ceará (OAB-CE), Mercadinhos São Luis, Pinheiro e Romazi.