Sensível à luta igualitária das mulheres, a Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará sediará, nos próximos dias 25 e 26 de novembro, a “V Conferência Estadual de Políticas para as mulheres”, idealizada pela Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos humanos (SPS). O evento será transmitido ao vivo pelo canal da SPS Ceará no Youtube.

A “V Conferência Estadual de Políticas para as mulheres” irá trazer em debate temas importantes no que tange aos direitos das mulheres, como a política nacional, o sistema nacional de políticas para as mulheres, saúde, entre outras temáticas. Além disso, a conferência funcionará também como um momento para ouvir as opiniões dos conselhos municipais e desenvolver ações com base nas políticas públicas para as mulheres.

Socorro França, Secretária da Proteção Social, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos do Ceará, agradeceu o apoio da Ordem Alencarina e destacou que as Conferências de Políticas para as Mulheres são instâncias para a avaliação das políticas de gênero e para a definição de diretrizes visando seu aprimoramento. “É muito empolgante participar destas articulações na busca por melhorias nas políticas públicas voltadas às mulheres cearenses, sabemos o quanto os nossos direitos vêm sendo atacados e nós não podemos aceitar retrocessos, pelo contrário, isso só fortalece ainda mais a nossa luta pela equidade de gênero e para que todas as mulheres possam acessar seus direitos”, defende.

Denise Aguiar, Secretária Executiva de Política para as Mulheres da SPS, agradece à Seccional cearense pelo espaço cedido para realização da V conferência. “Primeiramente agradecemos a OAB Ceará pelo aval para realização deste importantíssimo evento, e pontuar que esta conferência surge com o propósito de garantir a efetiva ação dos direitos fundamentais de toda e qualquer mulher, objeto que temos lutado há anos através de ações legislativas e promoção de eventos, reuniões, e conferências como esta”, finalizou.

Christiane Leitão, presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB Ceará, destaca uma das finalidades do evento. “Nosso objetivo é para que se desenvolva e se expanda a interlocução e o diálogo, no que diz respeito aos direitos das mulheres. Não apenas junto às mulheres advogadas, mas também toda a sociedade e instituições de proteção de direitos humanos, visando o entendimento amplo da a respeito das questões que tangem à atuação das mulheres na sociedade atual”, afirmou.