No último dia 14/05, a OAB Ceará recebeu o lançamento do livro “Os indígenas do Rio Grande do Sul e a Ditadura Civil-Militar (1964-1985): Um período de intensificação de um habitus colonial violador de direitos” de autoria do advogado cearense Rodrigo de Medeiros Silva.

Antes de iniciar as falas, o autor, que atualmente ocupa o cargo de ouvidor-geral da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, pediu um minuto de silêncio em solidariedade às vítimas de tragédia no estado gaúcho.

“Estou feliz de voltar à OAB Ceará. Estou há muitos anos morando no Rio Grande do Sul, mas sou cearense e estou contente de lançar o livro aqui. A obra analisa as diversas violações sofridas por essas comunidades durante esse período de dificuldade da história do nosso país. Para mim, hoje está aqui e partilhar esse momento de conhecimento é algo que me deixa feliz’, enfatizou Rodrigo de Medeiros Silva.

A vice-presidente da OAB Ceará, Christiane Leitão, durante seu discurso, parabenizou Rodrigo. “A obra é um importante estudo sobre os crimes cometidos pela ditadura contra nossos irmãos indígenas. Realizar esse lançamento em nossa casa é motivo de orgulho”, ressaltou.

A diretora adjunta de relações institucionais da OAB Ceará, Jane Calixto, disse que “é ótimo realizar eventos como este que contribui para a troca de conhecimento. Ficamos felizes de receber esse advogado cearense que brilha no Rio Grande do Sul. É uma honra tê-lo aqui conosco”.

O conselheiro federal (CE) do CFOAB, Hélio Leitão, destacou o trabalho feito pelo autor. “Excelente pesquisa do amigo Rodrigo de Medeiros. É uma obra enriquecedora e vasta de detalhes. Aqui, na nossa Ordem, temos a Comissão da Memória, Verdade, Justiça e Defesa da Democracia que faz esse papel de regaste histórico e é muito importante ter esse momento de compartilhamento de ideias”, afirmou.

O presidente da Comissão da Memória, Verdade, Justiça e Defesa da Democracia da OAB-CE, Marcelo Ribeiro Uchoa, na oportunidade, comentou sobre a importância do tema. “Democracia só se faz se tiver inclusão social e só podemos fazer isso dando visibilidade para aqueles foram apagados da história por diversos fatores. Por isso, colocar para o debate temas discutidos, na presença do autor, é muito valoroso”, disse.

A publicação é resultado da pesquisa realizada no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade La Salle. Ao final do evento, o escritor autografou livros e conversou com os participantes do lançamento.

O evento gratuito foi iniciativa da Comissão de Direito Sindical, Comissão de Direitos Humanos, Comissão Especial de Defesa dos Povos Indígenas, Comissão da Memória, Verdade, Justiça e Defesa da Democracia, Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares (RENAP), Fórum Justiça, e a Federação dos Povos e Organizações Indígenas do Ceará (Fepoince).

Compuseram a mesa: a vice-presidente da OAB Ceará, Christiane Leitão, o conselheiro federal (CE), Hélio Leitão, a diretora adjunta de relações institucionais da OAB Ceará, Jane Calixto, o presidente da Comissão da Memória, Verdade, Justiça e Defesa da Democracia da OAB-CE, Marcelo Uchôa, o representante da Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares, Walber Nogueira, e a defensora pública, Elizabeth Chagas.

Sobre o Autor:

Rodrigo de Medeiros Silva é advogado, membro da Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares, e atualmente ocupa o cargo de ouvidor-geral da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul. Doutor em Direito e Sociedade pela UniLaSalle, mestre em Direitos Humanos pela UniRitter, especialista em Direito Civil e Direito Processual Civil pelo IDC e graduado em Direito pela Universidade de Fortaleza.