O presidente da Comissão Especial de Defesa dos Direitos da Pessoa com Autismo da OAB Nacional e presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB-CE, Emerson Maia Damasceno participa novamente de 11 a 13 de junho, com um dos representantes da OAB Nacional, que tem status de membro permanente da 17ª Sessão da Conferência dos Estados Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (COSP/CDPD) da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque (EUA).

O presidente da Comissão é pessoa com deficiência física há mais de uma década, após um atropelamento durante um treino de triathlon para um Ironman em Fortaleza/CE, e também foi diagnosticado autista já na fase adulta. Emerson comenta sobre a importância de participar de um evento com essa envergadura. “Quanto ao mérito, a conferência deste ano é muito importante, até porque um dos seus subtemas será o socorro às pessoas com deficiência durante emergências humanitárias e desastres naturais. Inclusive pretendo contribuir ressaltando o que ocorre no Estado do Rio Grande do Sul no momento. Ainda não temos preparo para o que está garantido no Artigo 11 da CDPD”, disse.

Essa será a terceira vez que Damasceno representará a OAB perante a ONU. Em 2019 ele participou e falou na entidade pela primeira vez e, à época, criticou as políticas sociais de exclusão em curso no País e a instabilidade Democrática.